Projeto Jaraguá Mais Saudável terá parceria do SESI, da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul e da prefeitura do município para elevar indicadores de qualidade de vida e longevidade

Florianópolis, 13.9.2018 – A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC), a Associação Empresarial de Jaraguá do Sul ACIJS e prefeitura do município firmaram parceria nesta quinta-feira (13) para promover o projeto Jaraguá Mais Saudável. O objetivo é elevar os indicadores de qualidade de vida que, a longo prazo, podem resultar em uma população mais longeva, como resultado de ações focadas no estímulo a práticas saudáveis. Participaram do evento no SESI em Jaraguá do Sul o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, e o superintendente do SESI, Fabrizio Machado Pereira.

“O trabalho a que essas entidades se propõem envolve um conjunto de atividades coletivas e individuais de promoção da saúde e da qualidade de vida. As ações compreendem o monitoramento de indicadores municipais de saúde e a ampla disseminação de informações sobre o tema, para embasar decisões e estratégias a serem adotadas pelas empresas, poder público e também pelos cidadãos”, disse Aguiar, ao ressaltar a união de segmentos organizados em torno do propósito de criar as condições apropriadas para que a população de Jaraguá do Sul tenha uma vida mais saudável.

A partir do projeto-piloto, a ideia poderá ser levada pelo SESI a outras regiões de Santa Catarina com a denominação Cidade Mais Saudável. "O que está sendo construído é um projeto que tem a sua base na comunidade, considerando um modelo internacional que está sendo pensado e planejado em Jaraguá do Sul", ressaltou Pereira.

Conforme o diretor do SESI em Jaraguá do Sul, Jefferson Galdino, o projeto vem mobilizando as entidades há algum tempo e tem previsão de quatro anos para estar totalmente implementado. "Percebemos que a cidade já concentra uma série de ações que precisam tão somente serem organizadas de maneira articulada. A ideia é engajar as pessoas num programa de valorização das boas práticas, em torno de hábitos saudáveis e que isto reflita numa cidade que possa ser referência quando se fala em qualidade de vida", explicou. 

O conselheiro do SESI Giuliano Donini também participou da reunião e destacou que a motivação e o envolvimento da comunidade se dará na medida em que os benefícios forem percebidos. "Este engajamento acontece de fato quando se entende a iniciativa sob a perspectiva de uma visão sistêmica, na qual as pessoas se percebem envolvidas com o objetivo maior do projeto", afirmou.

O presidente da ACIJS, Anselmo Ramos, disse que a entidade atuará no sentido de mobilizar o setor produtivo e reforçou a importância de o poder público pensar o projeto como ação de Estado. "Historicamente a classe empresarial sempre esteve alinhada ao propósito de termos uma comunidade que busque o melhor para a cidade. Temos naturalmente um ambiente propício para o sucesso desta aliança, trabalhando para que este possa ser um projeto de Estado, de maneira que ele não seja interrompido por uma mudança de administração e que perdure como um projeto da comunidade", defendeu.

Ainda em Jaraguá do Sul, o presidente da FIESC participou da entrega de uma unidade da farmaSesi na Marisol. 

Com informações da Texto Livre Comunicação

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco