Delegação embarca nesta sexta-feira (12) para participar da Feira de Cantão, o maior evento de negócios do país asiático; empresários também vão realizar visitas técnicas em Shenzhen, o Vale do Silício chinês

Florianópolis, 11.10.2018 – A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) organiza missão empresarial à China de 12 a 20 de outubro, com a participação de industriais de Santa Catarina e do Paraná. A delegação, liderada pelo presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Blumenau (Simmmeb), Dieter Claus Pfuetzenreiter, vai participar da Feira de Cantão, o maior evento de negócios da China, que ocorre na cidade de Guangzhou, além de realizar visitas técnicas em Shenzhen, conhecida como o Vale do Silício da China.  

A missão tem o objetivo de prospectar oportunidades de negócios no mercado chinês, identificar e concretizar parcerias entre empresas brasileiras e estrangeiras, incrementar as transações comerciais entre Brasil e China, desenvolver estratégias para utilização da Ásia como plataforma de negócios de empresas brasileiras, fortalecer a rede de relacionamento na China, acompanhar e monitorar novas tendências e inovações dos segmentos contemplados na Feira de Cantão, identificar novos nichos de negócio e estabelecer networking com empresas e instituições chinesas.

A última edição da feira, realizada em abril de 2018, contou com 196 mil visitantes de 200 países, 24,7 mil expositores e US$ 30 bilhões em negócios. Guangzhou possui cerca de 14 milhões de habitantes e um PIB de US$ 284 bilhões. A economia chinesa já é maior do que o valor somado das outras quatro economias do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) e consolidou sua posição como maior parceiro comercial do Brasil na Ásia. É o país com maior volume de comércio internacional, com 13% da fatia mundial. Além disso, possui o maior mercado consumidor mundial. Pesquisas mostram que até 2022 mais de 75% da população urbana chinesa pertencerá a classe média, com renda entre 9 e 34 mil dólares anuais.

Shenzhen, cidade vizinha a Hong Kong, tem uma população de 11,9 milhões de habitantes, e sedia um polo de alta tecnologia, com duas zonas industriais: o parque industrial de alta tecnologia de Shenzhen (SHIP) e o parque de software de Shenzhen. Também abriga o terceiro porto de contêiner mais movimentado do mundo e o quarto aeroporto mais movimentado da China.

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco