Ele está se despedindo do serviço ativo da instituição militar. Em SC, indústria, universidade e Exército atuam em projetos conjuntos na área de defesa

Florianópolis, 26.3.2018 – O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, prestou homenagem ao general Juarez Aparecido de Paula Cunha, chefe do departamento de Ciência e Tecnologia da instituição, que se despede do serviço ativo. Em Santa Catarina, a Federação, o Exército e a UFSC têm iniciativas conjuntas para desenvolver a base industrial de defesa do Estado. O reconhecimento foi prestado na manhã desta segunda-feira (26), em Florianópolis. “Este encontro visa prestar uma singela homenagem que nasceu da grande admiração que temos pelo general Juarez”, disse Côrte, lembrando que em setembro de 2016 o Exército e a FIESC assinaram um termo de cooperação que permite trabalhar em iniciativas conjuntas.

Nesse período, juntas, as entidades realizaram encontros que integraram a indústria, a universidade e a instituição militar. Entre eles estiveram o Seminário de tecnologia e inovação: oportunidades para a indústria, defesa e academia e a Arena Aberta. "Essa associação entre universidade, Exército e indústria formam a tríplice hélice da inovação e empreendedorismo. No nosso entendimento, são as chaves para o crescimento e o desenvolvimento econômico e social baseado no conhecimento, nas pesquisas e estudos que temos feito e continuaremos a fazer. Um dos fatores relevantes que permitiram avançar nesse campo foi a liderança do general Juarez”, declarou o presidente da FIESC.

Em seu discurso, o general destacou a parceria que tem com Santa Catarina e disse que o Estado tem um ambiente favorável. “Temos observado que os resultados têm sido os melhores possíveis. O Exército está criando uma relação institucional em todas as áreas”, afirmou. “Fiquei muito honrado com o convite para voltar no dia de hoje para me despedir aqui da FIESC, da universidade e dos amigos que consegui angariar nessa cidade”, disse o general que em fevereiro completou 49 anos de trabalho no Exército. “Sou muito grato ao Exército. Entrei com 15 anos e saio satisfeito, feliz e agradecido. Tudo o que tenho devo ao Exército”, declarou.

    
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco