Missão institucional terá atividades no MIT e outras organizações de alta tecnologia de Boston e Washington, além de palestras do presidente da FIESC e do diretor do SENAI
Florianópolis, 17.4.2018 – A aproximação da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) e do SENAI/SC com instituições de alta tecnologia dos Estados Unidos ganha novo impulso com a missão institucional que será realizada a partir desta quarta-feira (18). Nas cidades de Boston e Washington, o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, e os diretores do SENAI Jefferson de Oliveira Gomes e André Pierre Mattei visitarão organizações como o Instituto de Tecnologia de Massachusets (MIT, na sigla em inglês), a CompTIA e a Learning Tree. Também está prevista palestra do presidente da FIESC em evento promovido pelo Cambridge Institute of Brazilian Studies e pela Brazil Today no Babson College (Boston) e a participação de Gomes como chairman do workshop “Construindo uma agenda de trabalho Brasil-EUA de Ecnonomia Digital”, promovido e sediado pela Embaixada brasileira.
Entre os objetivos da missão, está a oferta de oportunidades de desenvolvimento de pesquisa nos institutos de inovação do SENAI para estudantes do MIT e as tratativas de parcerias com instituições como a CompTIA e a Learning Tree, para promover capacitação de profissionais em TI e a inovação na indústria. A exemplo da Sociedade Fraunhofer (da Alemanha), o MIT apoia o SENAI na implantação de 25 Institutos de Inovação, três dos quais em Santa Catarina.
No caso da CompTIA, associação que congrega 3 mil empresas americanas de TI, smart cities e indústria aeronáutica, foi dado mais um passo na formulação do acordo com a recepção do diretor da entidade para a América Latina e Caribe, Leonard Wadewitz. Em Florianópolis, ele visitou a sede da FIESC, o Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados e proferiu palestra aos estudantes de cursos técnicos, superiores e ensino médio do SENAI. A CompTIA oferece 12 certificações a profissionais, focadas em TI, incluindo segurança cibernética e infraestrutura de redes. A cooperação com o SENAI será a primeira da entidade no Brasil e a quinta na América Latina. Atualmente, são 2,5 milhões de profissionais certificados no mundo, sendo apenas um mil no Brasil.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco