Tubarão sedia o encontro no dia 15/5 e Criciúma no dia 16/5; podem participar indústrias que ainda não exportam e aquelas que querem ampliar as vendas ao exterior

Quer saber como exportar com mais competitividade? Assista à entrevista e conheça o regime especial Drawback
 

Serviço
Tubarão

15/5, das 18h às 21h
No SESI, na Avenida Marcolino Martins Cabral, 1744, bairro Vila Moema

Criciúma
16/5, das 18h às 21h
No SENAI, na Rua General Lauro Sodre, 300, bairro Comerciário


Florianópolis, 8.5.2019 – Indústrias de pequeno e médio portes de Tubarão e Criciúma que desejam ampliar as exportações ou ingressar no mercado internacional têm a oportunidade de conhecer os caminhos e debater o desafios na área em encontros gratuitos promovidos pela Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC). Os eventos, que serão realizados em Tubarão (15/5) e Criciúma (16/5), são voltados à alta direção das companhias e a profissionais do comércio exterior. Nos encontros, as indústrias vão realizar um diagnóstico em que avaliam o grau de maturidade em que se encontram em relação à internacionalização. A partir daí, é possível estabelecer um plano de ação para apoiar a implementação de estratégias na área.

Clique aqui e inscreva-se para o evento de Tubarão
Clique aqui e inscreva-se para o evento de Criciúma


Em Tubarão, o encontro será no dia 15, das 18h às 21h, no SESI (Avenida Marcolino Martins Cabral, 1744, bairro Vila Moema). Em Criciúma, será no dia 16, das 18h às 21h, no SENAI (Rua General Lauro Sodré, 300, bairro Comerciário). Nos eventos serão realizados dois paineis: um vai abordar a inteligência de mercado como estratégia competitiva e o outro vai destacar as vantagens do Drawback, regime especial aduaneiro que pode ser utilizado tanto pelas empresas iniciantes na exportação, quanto pelas companhias com volumes expressivos. Com isso, é possível desonerar tributos, promovendo o aumento da competitividade na comercialização dos produtos.

Os eventos integram o Programa de Internacionalização, lançado pela FIESC em dezembro de 2018, com o objetivo de tornar as indústrias mais competitivas e prepará-las para as diversas possibilidades que o mercado internacional oferece, seja exportação, importação ou alianças para fazer frente aos concorrentes internacionais presentes no Brasil e no exterior.

Atualmente, 2,5 mil empresas catarinenses exportam, sendo que 1,4 mil delas são micro e pequenas. Estas, entretanto, respondem por apenas 2,5% do total (dados de 2018). Acessar o mercado internacional não é para qualquer um, é preciso competência e determinação. Mas também não é algo tão inacessível ou arriscado quanto alguns mitos podem fazer crer.

Veja os mitos e verdades

Clique aqui para acessar os Mitos e Verdades em texto
Mitos e verdades

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco