Equipe de Blumenau conquistou ouro no Desafio Robótica na Indústria, em Brasília; homenagem ocorreu nesta sexta-feira (27) na reunião de diretoria da FIESC

Florianópolis, 27.7.2018 – A Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC) reconheceu nesta sexta-feira (27) os estudantes do SESI que venceram o Desafio Robótica na Indústria, realizado no dia 7 de julho, em Brasília. A equipe Tech Maker, do SESI de Blumenau, foi a medalhista de ouro na prova individual. O desafio foi composto por missões contextualizadas em oito segmentos da indústria. Os times projetaram e programaram robôs para realizarem as missões em desafios individuais e colaborativos.

A proposta do Desafio consistia no estímulo à prática de robótica contextualizada ao mundo do trabalho junto às escolas do SESI, desenvolvendo  novas habilidades e competências dos participantes. “A gente coloca em prática conceitos teóricos e técnicos e competências essenciais para o trabalhador do século 21. Conseguir que eles entendam as principais competências de relacionamento, trabalho em equipe resolução de sistemas complexos é muito importante para que eles sejam profissionais completos para a indústria”, afirmou o professor Thiago Bettega Linares. 

A equipe é composta pelos estudantes Ana Laura Soethe Chagas, Andre Augusto Gacitua Toloza Wostehoff, Guilherme Luis Soares e Pedro Soethe Chagas, e durante a preparação para o torneio eles visitaram a BN Papéis. ”Foi um grande aprendizagem para nós, agregou muito a visita a BN Papeis, descobrimos como funciona a produção de celulose e papel. Nosso robô utiliza tecnologia diferenciada, é uma célula de poder, como se fosse um cérebro. Nosso robô foi inspirado numa tecnologia espanhola e adaptamos ao nosso projeto”, afirmou Guilherme. 

A coordenadora de educação do SESI, Maria Tereza Hermes Cobra, falou sobre a educação maker que o SESI vem implantando em seus programas educacionais. “Iniciamos a oferta em 2017, após estudo de tendências educacionais que vem alterando modelos em todo o mundo, que trazem a aproximação do mundo do trabalho com o mundo da educação a partir do trabalho ‘mão na massa’”, explicou. Quem participa hoje, se matricula em oficinas pedagógicas no contra-turno escolar. O Espaço de Educação Maker é oferecido em Blumenau, Pinhalzinho, Joaçaba, Xanxerê, Joinville, Lages, São José do Cedro e Rio do Sul. Este ano, mais de 2,2 mil matrículas já foram registradas em educação maker. Conheça mais sobre o espaço maker clicando aqui.  

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br 
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco