Encontro foi promovido pela Câmara de Comércio Exterior da FIESC em parceria com a Associação Empresarial de Blumenau

Florianópolis, 4.5.2018 – O Programa Operador Econômico Autorizado (OEA) no Cone Sul foi apresentado em um evento promovido pela Câmara de Comércio Exterior da FIESC e pelo Núcleo de Relações Internacionais da Associação Empresarial de Blumenau (ACIB). O encontro foi realizado na sexta-feira (4) na sede da ACIB. Na ocasião, a presidente da Câmara da FIESC, Maria Teresa Bustamante, incentivou as empresas a aderirem ao programa. “Quando falamos de comércio internacional, estamos falando de um programa que não pode ser visto exclusivamente para utilização interna, pois habilita a empresa junto à alfândega de outros países, ou seja, os seus clientes verão a agregação de valor”, apontou.

Detalhes do programa foram apresentados pelo auditor fiscal da Receita Federal do Brasil, Rinaldo Boassi. “Trata-se de uma nova forma de atuação da Receita Federal na aduana. São operadores cujos processos de gestão minimizam os riscos existentes em suas operações de comércio exterior e que cumprem voluntariamente critérios de segurança aplicados à cadeia logística e obrigações tributárias e aduaneiras”, explicou. Segundo Boassi, o OEA é um sistema moderno de controle aduaneiro, incluindo análise de risco e acompanhamento contínuo dos operadores. 

O vice-presidente regional da FIESC, Ronaldo Baumgarten Jr., falou da importância de parcerias desse tipo, especialmente com a ACIB, uma das entidades mais representativas da região. “O papel da FIESC é disseminar informações para que as empresas possam apresentar mais resultados e contribuir para o crescimento que o Brasil necessita”, afirmou. “Se queremos um País forte precisamos criar sinergia”, apontou o diretor para Assuntos Internacionais da ACIB, Rui Hansen.

Para saber mais sobre o OEA clique aqui

Com informações de Presse Comunicação. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco