Presidente da FIESC recebeu Simone Schramm nesta quarta-feira (23)

Florianópolis, 23.5.2018 – O presidente da FIESC, Glauco José Côrte, recebeu nesta quarta-feira (23) a secretária estadual de Educação Simone Schramm para apresentar o Movimento Santa Catarina pela Educação. Ela comandava a Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville e assumiu a secretaria (SED) em maio. O encontro ocorreu na FIESC, em Florianópolis.  

“Cada ano escolhemos um tema de campanha, sem abandonar os anteriores. Começamos com a família e criamos o Dia Estadual da Família na Escola, que este ano mobilizou mais de um milhão de pessoas, e distribuímos 450 mil cartilhas. Já abordamos jovens, gestão escolar, professores e, neste ano, tratamos do ensino integral”, explicou Côrte. 
O projeto Eu Voluntário deixando o meu legado foi uma das ações destacadas pelo presidente da FIESC. “Eles dão aula de reforço, ajudam na gestão da escola e colaboram com melhorias nas estruturas. Nenhuma outra atividade atrai tanto como a educação. Aliás, quando viajamos, nem nos perguntam como está a indústria, nos perguntam, antes, como está a educação, depois falam do emprego e da economia”, revelou o presidente da FIESC. Ele citou ainda os esforços do Movimento para elevar a escolaridade do trabalhador por meio da oferta de cursos para jovens e adultos.  

Sobre o programa Conexão Jovem, Côrte falou sobre o workshop organizado pelos jovens em 2017 com a participação de mais de 3,7 mil pessoas. “Eles são muito motivados, compreendem a responsabilidade deles, estão orientados e assumiram esse papel de colaboração”, afirmou. Ele falou ainda sobre o programa Novos Caminhos, que capacita jovens abrigados do Estado de 14 a 18 anos de idade. “Com esse projeto, Já incluímos mais de 100 jovens no mercado de trabalho”, acrescentou. 

No encontro, também foram abordados os projetos conduzidos em parceria com a SED, como o ensino médio em tempo integral, aliado ao ensino profissionalizante. “Nós temos que trabalhar muito a conscientização da família, da importância do ensino integral. A partir do segundo ano do ensino médio, o aluno tem interesse de se inserir no mercado de trabalho, e Joinville é muito profícua nisso, foi a cidade catarinense que mais abriu postos de trabalho este ano”, defendeu a secretária. Sobre a educação de jovens e adultos, o Estado avalia formas de modernizar essa modalidade. “Estamos estudando a possibilidade de trabalharmos com modalidades a distância, isso vai facilitar muito. Vamos reformular esse ensino para que ele se torne atrativo”, afirmou.  

Além de Côrte e Schramm, participaram da reunião o primeiro vice-presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar, o assessor executivo do Movimento, Antônio Carradore, o superintendente do SESI, Fabrizio Pereira, e o diretor técnico do SENAI, Maurício Capra Pauletti. 

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina
48 | 3231 4244
imprensa@fiesc.com.br 
 

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco