Diretores do DCTA, braço de pesquisa científica e tecnológica da Aeronáutica Brasileira, conheceram estruturas de inovação e o Observatório da Indústria 
Florianópolis, 21.3.2018 – Comitiva de 19 integrantes do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), braço de pesquisa científica e tecnológica da Aeronáutica Brasileira, foi recebida na FIESC e no Instituto da Indústria, em Florianópolis, para discutir possibilidades de cooperação. No encontro, o presidente da FIESC, Glauco José Côrte, apresentou a estrutura da entidade e o potencial da indústria catarinense. “A CNI (Confederação Nacional da Indústria) e as federações de indústrias estão investindo R$ 3 bilhões de reais na instalação de 25 institutos SENAI de inovação e oito centros de inovação em saúde do SESI”, afirmou.  “Dos 25 institutos do SENAI, três estão localizados em Santa Catarina; eles estão alinhados com as tecnologias mais modernas dos países mais desolvidos”, acrescentou.
 
Confira a cobertura fotográfica completa no Flickr da FIESC.
 
“O DCTA tem diversos projetos que são pontos de contato com as indústrias instaladas em Santa Catarina. Fazemos essa visita para buscar novos pontos de cooperação, além dos que já existem, por exemplo, entre o ITA (Instituto de Tecnologia da Aeronáutica) e o SENAI de Santa Catarina, para que a gente possa potencializar esses projetos”, afirmou o diretor-geral do DCTA, Tenente Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira. “Promoveremos inclusive a descentralização de algumas atividades que hoje estão concentradas no Vale do Paraíba (São Paulo), buscando fomentar outras áreas do País”, observou, destacando parcerias que estão surgindo em diversos Estados. “Vamos fortalecer outros polos no setor aeroespacial, pois entendemos que isso seja interessante para o desenvolvimento do País como um todo”, afirmou.

Após o encontro na FIESC, os oficiais da Aeronáutica foram conhecer o Instituto da Indústria de Florianópolis, entregue pela FIESC na semana passada e que congrega o Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados e o Centro de Inovação SESI em Tecnologias para a Saúde. Nesta quinta, o grupo conhecerá também o Instituto da Indústria de Joinville, onde estão instalados os institutos SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura e em Tecnologia Laser.
 
Também compõem a comitiva, o vice-diretor do DCTA, Major Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, e o Chefe do Subdepartamento Técnico, Brigadeiro Engenheiro César Demétrio Santos. Ao DCTA estão subordinados uma dezena de institutos e centros de pesquisas na área aeroespacial, incluindo o ITA e as bases de lançamento de Alcântara (Maranhão) e Barreira do Inferno (Rio Grande do Norte). O DTCA surgiu em 1954, como Centro Técnico da Aeronáutica (CTA), mais tarde denominado Centro Técnico Aeroespacial.
 
Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Entre em contato

Tire dúvidas, envie sugestões e reclamações

Fale conosco