SESI de Criciúma conquista vaga em nacional de olimpíada de robótica

Fase regional foi disputada no sábado, dia 19, em Blumenau, com a participação de equipes do SESI de Brusque, Criciúma, Concórdia, Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul
Imprimir
  • Equipe se classificou para representar SC na etapa nacional da OBR (Foto: Divulgação SESI)

 

Florianópolis, 21.8.2017 – O SESI Escola de Criciúma garantiu o primeiro lugar na etapa estadual da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que ocorreu nesse sábado (19), em Blumenau. Com a conquista da medalha de ouro, os alunos de Criciúma representarão Santa Catarina na etapa nacional da OBR que será realizada de 7 a 10 de novembro, em Curitiba, e reunirá estudantes de escolas públicas e privadas de todo o País.

A escola de Criciúma, que também foi reconhecida como a melhor escola privada, participou com duas equipes da OBR, competição que tem o objetivo de estimular os jovens a conhecerem as carreiras científico-tecnológicas, identificar talentos e promover debates sobre atualizações na educação brasileira. Além deles, o SESI participou com equipes de Brusque, Concórdia, Blumenau, Joinville e Jaraguá do Sul.

“Foram mais de dois meses de treinamentos e de estudos para resolver a situação e para conseguir fazer um robô autônomo que pudesse se adaptar às situações propostas no desafio. Entre as provas eles tiveram que fazer o resgate de uma possível vítima e isso fez com que houvesse ainda mais o estímulo ao trabalho em equipe. Eles puderam vivenciar situações do dia a dia, conseguiram aprender a importância do esforço em prol de um objetivo”, explica o professor da disciplina de Educação Tecnológica do SESI de Criciúma, Cleber José Marinho Júnior.

De acordo com o professor, o prêmio vem coroar a importância da disciplina para os alunos. “A nossa escola atende todos os alunos do ensino fundamental com a disciplina de educação tecnológica. Essa não foi a primeira vitória. Das quatro participações, a primeira conquista foi em 2014 e voltamos a vencer em 2017”, explica Cleber. “Agora iremos voltar os nossos esforços para a etapa nacional. É um desafio ainda maior representar o nosso Estado, a nossa cidade. Vamos representar Santa Catarina em uma etapa das maiores competições de robótica do mundo”, complementa.

A equipe de Brusque ficou com o terceiro lugar no nível 1 (ensino fundamental), assim como os alunos de Jaraguá do Sul no nível 2 (ensino médio). O SESI recebeu ainda outros reconhecimentos: a equipe de Concórdia (ensino fundamental) recebeu o Prêmio Dedicação; a de Blumenau (ensino médio) foi coroada com o Prêmio Inovação; e o Prêmio Robustez foi para a equipe de Joinville. 

A Olimpíada Brasileira de Robótica é dividida em etapas teóricas e práticas. As atividades adequam-se tanto ao público iniciante, quanto aos que já possuem boas noções sobre a robótica educacional. A competição é uma iniciativa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Educação (MEC) e, também, da Fundação Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).
 

Com informações da assessoria Novo Texto Comunicação.

Assessoria de Imprensa
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina