Portos.SC

Imprimir

Posição logística, demanda, flexibilidade e bons serviços situam os portos catarinenses entre os mais competitivos da América do Sul.

Santa Catarina possui mais de 500 quilômetros de extensão costeira, na qual estão instalados seis portos: Itajaí, Navegantes, São Francisco do Sul, Imbituba, Itapoá e Laguna. O estado apresenta grande competitividade dentro do cenário logístico brasileiro. A posição logística privilegiada e a demanda por serviços põem Santa Catarina no mapa dos negócios internacionais: há linhas disponíveis para todos os mercados do mundo, considerando praticamente todos os tipos de cargas, além de navegação de cabotagem.

Cada um dos portos catarinenses possui características próprias de gestão e também em relação à carga movimentada. Todos estes portos passam por ampliação de capacidade, incluindo o aumento de profundidade dos canais de acesso que permite a operação de navios de grande porte.

A ampliação e modernização dos portos catarinenses acontecem com investimentos públicos e também privados, numa demonstração do reconhecimento do mercado do potencial de negócios do setor no estado. Grandes companhias brasileiras e estrangeiras investem em novos terminais, berços de atracação e infraestrutura geral, abrindo uma série de novas oportunidades de negócios.

 

Principais diferenciais do sistema portuário de Santa Catarina

» Condições naturais seguras para atracação e evolução

» Infraestrutura e tecnologia portuária de ponta

» Localização estratégica entre os maiores estados produtores do país

» Fácil acesso à malha ferroviária e às principais rodovias do Brasil

» Maior agilidade e eficiência nas operações portuárias

» Mão-de-obra altamente qualificada

» Existência de centros de treinamento portuário

» Capacidade para receber navios Super-Post-Panamax

» Líder nacional dentre os portos exportadores de congelados

» Segundo estado na movimentação de contêneires

» Destaque na movimentação de granéis sólidos e líquidos

» Capacidade para realizar operações roll-on roll-off

» Existência de terminais exclusivos para passageiros

» Enquadramento às diretrizes nacionais e internacionais de segurança (ISPS Code)

» Sistema biométrico de controle de acesso

» Certificações ISO 9001 e 14001

» Milhões de dólares investidos todos os anos em ações de sustentabilidade e responsabilidade socioambiental

» Forte suporte logístico, com a presença de portos secos, armazéns e depósitos, terminais retroportuários, trading companies, parques tecnológicos e empresariais e empresas de transporte e logística