Alunos do SESI representam SC em maior torneio de robótica do País

Nesta temporada, estudantes são desafiados a apresentar ideias que tornem a relação entre homens e animais amistosa para ambos
Imprimir
  • TecnoRob Green é uma das equipes que representarão o Estado (Foto: Gilberto Viegas)

Florianópolis, 17.03.2017 – Doze alunos do SESI Escola de Brusque representarão Santa Catarina no Torneio Nacional de Robótica First Lego League (FLL), o maior da modalidade no País. A competição, que classifica para etapa internacional, ocorre a partir desta sexta-feira (17) até domingo (19), em Brasília. Os estudantes, que integram as equipes TecnoRob Green e TecnoRob Red , apresentarão os projetos Modern Bird Shelter (MBS) e Grupo de Apoio aos Animais Exóticos e Silvestres (GAAES), respectivamente.

Os alunos foram classificados no torneio regional, que ocorreu no início do mês, em Blumenau. “Mesmo com pouco tempo para arrumar o que faltava, conseguimos fazer o que foi solicitado e nos preparamos ainda mais, por isso a expectativa de um bom resultado é muito grande”, disse a estudante Helena Torresani, de 15 anos.

A disputa, organizada pelo SESI, entidade do Sistema Indústria, reúne estudantes de 9 a 16 anos, de escolas públicas e particulares, divididos em 74 equipes. A cada ano, as equipes são desafiadas a buscar soluções inovadoras para questões sociais. Na temporada 2016/2017, o desafio Animais Aliados (Animal Allies) incentiva os alunos a apresentar ideias que tornem a relação entre homens e animais amistosa para ambos.

Neste ano, são 21 vagas para competições na Dinamarca, Austrália, Estados Unidos e Reino Unido. A classificação das 74 equipes para o torneio nacional, em Brasília, foi conquistada após disputas promovidas em 12 cidades, desde novembro do ano passado. Mais de 780 equipes participaram da fase regional.

Os projetos

Modern Bird Shelter (MBS) - O projeto da equipe TecnoRob Green, é uma casa para os pássaros feita com poliuretano reciclado, sendo termoacústica e com isolamento térmico que protege os animais das variações de temperatura e possui grande durabilidade, cerca de 40 anos. Para este primeiro momento, dez casas foram construídas e entregues aos jurados, sendo que outras devem ser confeccionadas, pois a intenção é distribuí-las em cada SESI no Estado. 

Grupo de Apoio aos Animais Exóticos e Silvestres (GAAES) - A equipe TecnoRob Red teve como objetivo orientar as pessoas sobre o que fazer ao encontrar um animal exótico ou silvestre. O grupo criou um site e vai fazer uma campanha explicando para as pessoas quais procedimentos teve tomar ao encontrar um desses animais. De acordo com pesquisa, muitos animais silvestres estão indo para os centros em busca de proteção e alimentos e acabam em residências onde as pessoas não sabem o que fazer com eles, às vezes até matam. A intenção é conscientizar a população os procedimentos corretos. 

Com informações da Agência CNI de Notícias e Mídia Press Assessoria de Comunicação.